fbpx

Boletim das arboviroses: município registra 10.678 casos confirmados de dengue

De acordo com o boletim semanal epidemiológico das arboviroses, divulgado nesta segunda-feira (6), pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Vitória da Conquista registrou, este ano, 32.456 notificações suspeitas de dengue, com 10.678 casos confirmados.

Na última semana, os óbitos de mais duas pessoas em decorrência da dengue grave foram confirmados pela Câmara Técnica do Estado, contabilizando, até o momento, 12 óbitos de moradores do município. Ainda estão em investigação 34 óbitos por suspeita de dengue e três foram descartados.

Também foram feitas 2.933 notificações de chikungunya, com 67 confirmados, além de 1.376 notificados para zika, com três confirmações.

Neste momento, 92 pessoas com notificação de dengue estão internadas em unidades hospitalares para tratamento.

Ações de enfrentamento

Desde o início do ano, a Prefeitura está em alerta máximo contra a dengue. Diversos mutirões de limpeza e combate ao mosquito já foram feitos nas localidades da zona urbana e rural com maior índice de infestação ou de notificações, incluindo também o trabalho de bloqueio e tratamento dos focos, borrifação de inseticida (similar ao fumacê) com bomba costal nessas áreas e recolhimento de pneus, além de ações educativas, busca ativa e investigação dos casos.

Mais de 80% dos criadouros do Aedes aegypti são encontrados pelos agentes dentro de casa. Cada morador deve se conscientizar e fazer a sua parte diariamente, fiscalizando os seus espaços e eliminando qualquer acúmulo de água parada em tampinhas de garrafa, pratos de planta, ralos e reservatório de água atrás da geladeira. É preciso também verificar constantemente a vedação adequada de caixas d’água e reservatórios de água, e fazer o descarte correto do lixo.

Onde buscar atendimento

Até o dia 18 de maio, todas as unidades de saúde manterão atendimento prioritário às pessoas com suspeita de dengue, no turno vespertino. Além das oito unidades de saúde que estão funcionando em horário estendido e no modelo sentinela, de segunda à sexta, das 17h até às 22h, e também aos sábados.

Em caso de sintomas suspeitos de dengue, como febre (geralmente acima de 38°C), dor de cabeça, dores no corpo e nas articulações, dor atrás dos olhos, manchas avermelhadas pelo corpo, falta de apetite, mal-estar e cansaço, procure a unidade de saúde mais próxima de casa para receber atendimento médico.