fbpx

Correios seleciona voluntários em SP, PR e no DF para triagem de donativos ao Rio Grande do Sul

PMVC

Foto: Kayo Souza/MCom

O ministro das Comunicações, Juscelino Filho, acompanhou nesta quinta-feira (9) a distribuição de doações transportadas pelos Correios até o Rio Grande do Sul, na Base Aérea de Canoas (RS). Ao longo desta semana, a empresa estatal arrecadou 1,2 mil toneladas de donativos da população, que estão sendo encaminhados para o estado por aviões da FAB e caminhões.

Nos dois primeiros dias da ação, Correios recebeu mais de 500 toneladas de doações. Primeira remessa chegou no dia 7 ao estado gaúcho

Os Correios estão selecionando voluntários para trabalharem na triagem de donativos que serão destinados às vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul.

O apoio será necessário nos municípios de Cajamar e Guarulhos, no estado de São Paulo; em Brasília/DF, no Setor de Oficinas Sul/SOF Sul; e em Curitiba, Cascavel e Londrina, no Paraná.

As inscrições podem ser feitas pelos e-mails sgreo-bsb@correios.com.br (Brasília) e spm-voluntarios-rs@correios.com.br (São Paulo) e prsgreoegepesse@correios.com.br (Paraná) e devem conter nome completo e telefone de contato.

Toda a rede de agências dos Correios nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul (no RS, parte das cidades) e no Distrito Federal estão recebendo doações de água (prioritário), alimentos da cesta básica, material de higiene pessoal, material de limpeza seco, roupas de cama e de banho e ração para pet.

O transporte dos itens para o Rio Grande do Sul é feito pelos Correios de maneira gratuita, sem qualquer custo para quem faz a doação. Se possível, a empresa pede que o doador embale e identifique o tipo de material, mas não é uma exigência.

“Temos recebido muitos pedidos de pessoas que querem participar mais de perto dessa grande corrente de solidariedade que os Correios criaram por orientação do Presidente Lula para ajudar o Rio Grande do Sul neste momento tão difícil.

Sabemos que podemos contar com a união de toda a população brasileira para nos auxiliar na reconstrução do estado gaúcho por meio da doação e da triagem dos materiais”, destaca o presidente dos Correios, Fabiano Silva dos Santos.

“A mobilização dos brasileiros é essencial para a reconstrução do Rio Grande do Sul. Nosso objetivo é garantir que o povo gaúcho seja acolhido neste momento de grande tristeza e toda a ajuda é importante para que o estado e a população se recuperem, o mais breve possível, desta tragédia”, afirma o ministro das Comunicações, Juscelino Filho.

Balanço – Nos três primeiros dias, cerca de 800 toneladas de itens foram arrecadadas pelos Correios – incluindo 50 toneladas de roupas que foram doadas pela Receita Federal do Brasil e 23 toneladas de itens de vestuário e utensílios domésticos destinados pela própria estatal (objetos de refugo, ou seja, que passaram por todas as tentativas de entrega, não foram procurados pelos destinatários nem pelos remetentes e já ultrapassaram o prazo de 90 dias para reclamação previsto no Código de Defesa do Consumidor).

O envio da primeira remessa de doações, com cerca de 30 toneladas, foi realizado em parceria entre a estatal e a Força Aérea Brasileira (FAB) e acompanhada pelo presidente dos Correios, Fabiano Silva dos Santos, na última terça-feira (7).

O avião da FAB partiu da Base Aérea de Guarulhos (SP) até a Base Aérea de Canoas (RS), de onde caminhões dos Correios levaram os donativos à sede da Defesa Civil, em Porto Alegre.

Nos dias 7 e 8, os Correios entregaram 200 toneladas para a Defesa Civil em Porto Alegre e estão em trânsito mais 250 toneladas.

A estatal também está disponibilizando caminhões e empregados para auxiliar a Defesa Civil no que for necessário na cidade de Santa Maria/RS e centros operacionais em Guarulhos, Cajamar, Indaiatuba, Valinhos, São José dos Campos e São Paulo (SP) para armazenamento de donativos que estão sendo encaminhados por outras entidades para a FAB.

Agências no RS – No Rio Grande do Sul, as doações podem ser entregues nas agências centrais dos municípios São Borja, Santo Angelo, Santa Rosa, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Campo Bom, Sapiranga, Parobe, Taquara, Montenegro, Pelotas, Rio Grande, Camaqua, Bagé, Jaguarão, São Lourenço do Sul, Anta Gorda, Arvorezinha, Butia, Cachoeira do Sul, Charqueadas, Estrela, Foutoura Xavier, Guaporé, Ilopolis, Mato Leitão, Nova Brescia, Pântano Grande, Rio Pardo, Salto do Jacuí, Santa Cruz do Sul, Sobradinho, Teotoania, Taquari, Venancio Aires e Vera Cruz.

Em Porto Alegre, a arrecadação ocorre nos Centros de Distribuição Domiciliária Vila Jardim, (Avenida Saturnino de Brito, 46, Vila Jardim), Antônio de Carvalho (Avenida Bento Gonçalves, 6613) e, a partir de terça-feira (7), nos CDDs Restinga (Estrada Barro Vermelho, 59) e Cavalhada, (Camaquã, 408). Todos funcionam das 8h às 17h e recebem itens como: colchões, cobertores, lençóis de solteiro, água, produtos de higiene, copos plásticos, fraldas infantis e geriátricas e rações para cães e gatos.

Quer receber novidades direto no seu zap? Siga o canal dos Correios no WhatsApp e fique por dentro de tudo que acontece na maior empresa de logística da América Latina! Acesse

https://whatsapp.com/channel/0029VaZRxRt1CYoQxS2JD236

Sobre os Correios

Os Correios, líderes no segmento logístico e de entrega de encomendas no Brasil e responsáveis pela atividade postal nacional, são uma empresa pública moderna, com a missão de promover a integração nacional, contribuindo com o governo no desenvolvimento socioeconômico, conectando pessoas, instituições e negócios. Com mais de 360 anos de história e presente em 100% dos municípios do País, a estatal possui a maior infraestrutura logística da América Latina: uma rede de atendimento de mais de 10 mil agências, mais de 8 mil unidades operacionais, 23 mil veículos e 87 mil empregadas e empregados diretos. Para mais informações, acesse: www.correios.com.br.