fbpx

Banco do Nordeste e Sebrae iniciam parceria para alavancar pequenos negócios


Presidente Paulo Câmara, durante o lançamento do Acredita Sebrae (Imagem: Felipe Brasil)

Parceria assinada em Maceió, nesta terça-feira (2), faz parte do programa Acredita, do governo federal, e vai proporcionar às micro, pequenas empresas e MEI, instrumento facilitador para a contratação de financiamento, com garantia por meio do Fampe
 

O Sebrae e o Banco do Nordeste assinaram, nesta terça-feira (2), parceria para democratizar o acesso a crédito dos donos de pequenos negócios da região Nordeste.

A parceria irá facilitar o acesso a empréstimos e reduzir as taxas de juros cobradas.

Por meio do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe), gerido pelo Sebrae, o Banco vai conceder crédito aos empreendedores que estão em busca de recursos para melhorar as condições de seus negócios. A ação faz parte do programa Acredita do governo federal.

O presidente do Sebrae, Décio Lima, destacou que com essa parceria será possível ter uma taxa de juros reduzida praticamente à metade da praticada no mercado normal. “O Sebrae vai entrar com o esse fundo para garantir que o valor do empréstimo vai ser pago. O fundo garantidor tira o risco do sistema financeiro e o reflexo disso é fazer com que os juros caiam”, ressaltou.

Décio ainda frisou que essa é a maior carteira de crédito já oferecida para um pequeno empreendedor e que o Sebrae, por meio do crédito assistido, está pronto para atender 1 milhão de donos de pequenos negócios que queiram acessar crédito. “Ele vai ser pulverizado em todo o sistema financeiro. Dos bancos públicos aos privados e cooperativas de créditos. Essa é uma política de estado. O presidente Lula trouxe essa possibilidade ao Brasil: sair novamente do mapa da fome, fazer a economia crescer e dar a visibilidade aos pequenos empreendedores, que são aqueles que representam 95% dos CNPJ no Brasil e são responsáveis por 55% dos empregos formais”.
 
Paulo Câmara, presidente do Banco do Nordeste, destacou que há muito tempo a instituição tem buscado apoiar o micro e o pequeno. “Agora, a gente está avançando, dentro do Programa Acredita, do governo federal. O presidente Lula, nos determinou que fizéssemos com que o Banco do Nordeste crescesse e buscasse os parceiros adequados para esse crescimento. E o Sebrae é um parceiro que tem nos ajudado há muito tempo. Agora, estamos firmando uma nova parceria, a partir de recursos do Fampe, e vamos possibilitar realmente expandir nossas atividades. Vamos estar mais juntos do pequeno, do micro, e buscar gerar renda e emprego para muita gente; não apenas aqui em Maceió, em Alagoas, mas em todo o Nordeste, Norte de Minas e Norte do Espírito Santo”, pontuou o dirigente.
 

Visita a empreendedor
Antes da assinatura, os presidentes das duas instituições visitam a empresa Produtos Pardal, que beneficia e comercializa itens como amendoim, castanhas e salgados para aperitivo, vendidos para ambulantes, pequenos supermercados e bares de Alagoas e do estado vizinho de Pernambuco. O negócio familiar, no bairro do Jacintinho em Maceió, foi um dos beneficiados com a parceria. Formalizada há três anos, a empresa começou com a venda direta de 100 potes de amendoim torrado, por semana, nos bares da orla de Maceió.

O jovem empreendedor Yan Nicolas tem apenas 20 anos, mas fala com muita segurança do negócio da família. “O meu pai era técnico de telecomunicações, mas sonhava em abrir o próprio negócio. Começamos muito pequenos, com apenas uma fritadeira, mas estamos crescendo e ganhando escala. A gente chegava nas mesas e oferecia um pouco do produto para as pessoas provarem e foi aí que começamos a ficar conhecidos na cidade”, conta. O pai Jairo Federizi, avós e irmãos de Yan integram o negócio familiar, que gera oito empregos formais.

O superintendente-diretor do Sebrae Alagoas, Vinícius Lages, também esteve presente na visita e garantiu um voucher ao empreendedor para um curso sobre custo e formação de preço, além de uma consultoria de planejamento financeiro. “Ele já está recebendo uma primeira formação, mas vamos dar continuidade com práticas de fabricação de alimentos. Mesmo que a empresa produza com uma receita que venha da mãe, portanto, já consagrada pelos clientes, a gente vai fazer um trabalho de melhorias. Espero que esse seja um longo caminho de relacionamento entre Sebrae, Banco do Nordeste e a empresa Produtos Pardal”, destacou.
 

Programa Acredita
O sucesso alimenta os sonhos de expansão, que começam a se concretizar com o apoio do Sebrae e do Banco do Nordeste, por meio do Programa Acredita, que orienta e disponibiliza crédito aos pequenos negócios em todo Brasil. “A gente sempre quis expandir, ter acesso a um financiamento para ter capital de giro, poder comprar mercadoria e depois pensar em ter um outro imóvel para depósito”, afirma Yan.

O pequeno negócio funciona atualmente na casa onde a família morava. Além de armazenar os produtos, o local abriga o maquinário que viabiliza a manipulação dos itens em embalagens personalizadas. São 40 mil potes de amendoim, vendidos todos os meses, além de 1.200 pacotes de “pimentinha”, o salgadinho picante que faz a fama dos Produtos Pardal.

 


Ao centro, presidentes do BNB, Paulo Câmara, do Sebrae, Décio Lima, e a diretora do Sebrae Nacional, Margarete Coelho, na assinatura da parceria (Imagem: Felipe Brasil)



Imagens da visita ao negócio do empreendedor Yan Nicolas


Jairo Federizi com os presidentes Décio Lima e Paulo Câmara (Imagem: Felipe Brasil)

Produção da empresa Produtos Pardal (Imagem: Felipe Brasil)

Produção da empresa Produtos Pardal (Imagem: Felipe Brasil)

Produção da empresa Produtos Pardal (Imagem: Felipe Brasil)