fbpx

GRIPE: 50% dos povos indígenas foram vacinados; mobilização continua no pais

Cerca de 50% dos povos indígenas foram vacinados contra a gripe – Foto: Rovena Rosa.
Reportagem: Paloma Custódio// Agência Brasil

População indígena faz parte do grupo prioritário para vacinação por não terem contato frequente com vírus influenza e possuírem poucos anticorpos

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe já alcançou uma cobertura vacinal de 50% dos povos indígenas, que vivem em terras indígenas, nas regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste.

Já entre aqueles que não vivem nesses territórios, mas se consideram indígenas, a vacinação contra a influenza passou de 2,67% do público-alvo.

Os dados são do painel de imunizações do Ministério da Saúde

Nos estados da Região Norte, a mobilização ocorreu entre novembro de 2023 e fevereiro de 2024, por conta do período de maior circulação e transmissão do vírus influenza.

Nesses estados, a cobertura vacinal chegou a média de 55% entre os indígenas que vivem em terras indígenas e 9,75% entre os que não vivem nesses territórios.

O doutor André Prudente, diretor-geral do Hospital Giselda Trigueiro — unidade pública referência no tratamento de doenças infectocontagiosas de Natal —, explica porque a população indígena faz parte do grupo prioritário para a vacinação.

“A gente que mora na cidade entra em contato com o vírus da gripe todos os anos da vida e vai desenvolvendo uma certa imunidade, ainda que não seja suficiente para evitar adoecer, mas é suficiente para fazer com que a gente tenha quadros mais leves. Então, os indígenas, ao entrarem em contato pela primeira vez, podem se agravar mais, justamente por não terem esses anticorpos. E [por isso] precisam ser vacinados; é uma prioridade também do Ministério da Saúde.”

As unidades de saúde do SUS continuam mobilizadas em todo o País para vacinação contra a gripe.

Agora, todas as pessoas com mais de seis meses de idade podem se vacinar.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina salva vidas e previne milhões de casos graves e óbitos pela infecção provocada pelo vírus da influenza.

Faça parte do Movimento Nacional Pela Vacinação e diga sim para a vacina contra a gripe.

Procure uma Unidade Básica de Saúde com a Caderneta de Vacinação ou documento com foto. Em Vitória da Conquista todas as unidades de saúde estão vacinando normalmente.

Para mais informações, acesse: www.gov.br/vacinacao.

Fonte: Brasil 61