fbpx

Polícia Federal desarticula quadrilha que fraudava INSS na Bahia

PMVC

A Polícia Federal deflagrou a Operação NEVASCA nesta quinta-feira, 25.08.2011, com objetivo de desarticular quadrilha acusada de fraudar a Previdência Social em Salvador e região metropolitana.

As investigações, realizadas em conjunto com a Previdência Social, identificaram indícios de inserção de vínculos fictícios nos sistemas da Previdência Social para fins de concessão de benefícios previdenciários como aposentadoria por tempo de contribuição, auxílio doença e pensão por morte previdenciária, normalmente sem o conhecimento dos supostos empregadores.

Durante as investigações foram rastreados mais de 500 (quinhentos) benefícios com indicativo de irregularidades dos quais são responsáveis por um rombo superior a R$20.000.000,00 (vinte milhões de reais) aos cofres da União.

A Justiça Federal determinou o cumprimento de 17 mandados de prisões temporárias e autorizou 21 mandados de busca e apreensão, incluindo o sequestro de bens de grande vulto como uma casa em bairro nobre e diversos veículos importados. Quanto aos mandados de prisão expedidos, 04 (quatro) são em desfavor de servidores da Previdência Social, 02 (dois) contadores e 01 (um) funcionário da Caixa Econômica Federal.

Todo o material apreendido será analisado pela Força Tarefa Previdenciária para que, ao final da investigação, seja apresentado pela Polícia Federal relatório final à Justiça Federal.

Os presos serão ouvidos na sede da Superintendência da Polícia Federal em Salvador. Eles serão indiciados pela prática dos crimes de estelionato, formação de quadrilha e corrupção ativa ou passiva, previstos nos artigos 171, §3º, 288, 317 e 333 do Código Penal Brasileiro.