fbpx

Voluntariado para a Copa 2014 será lançado até 30 de junho

PMVC

O gerente de voluntariado do Comitê Organizador Local (COL), Rodrigo Hermida, falou em coletiva após a abertura do 1º Seminário de Voluntariado da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, que o programa será lançado oficialmente até o próximo dia 30 de junho. A partir de setembro, a estratégia terá um enfoque maior na Copa das Confederações de 2013.

¨Em setembro, outubro vamos reforçar a presença do voluntariado na Copa das Confederações, sem deixar de estar sempre em contato com todas as 12 cidades-sede da Copa do Mundo¨, disse Hermida.

Segundo o gerente, o COL espera aproximadamente 1,5 mil voluntários por sede na Copa do Mundo, totalizando cerca de 18 mil recrutados. Na Copa das Confederações, o número deve ser de oito mil voluntários.

¨As pessoas vão sendo qualificadas ao longo do tempo. Primeiro, identificamos as características e potencialidades de cada um. Depois, várias etapas se seguem, desde inserir os voluntários no mundo da Copa, pois muitos viram o evento pela televisão, mas não sabem como funciona a estrutura, até treiná-los nas funções e na mentalidade sobre o que queremos¨, detalhou Hermida.

O COL pretende apresentar um programa unificado de voluntariado, mas ouvirá as propostas das cidades-sede, para organizar um trabalho conjunto. ¨Dentro das posibilidades e necesidades, a gente, claro, vai receber o programa de todos, mas a estratégia será unificada¨, concluiu. Hermida ainda ressaltou a importância da imprensa para a divulgação do programa.

Cultura

Na abertura do 1º Seminário de Voluntariado da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, foi destacado pelo gerente de Relacionamento com as Sedes do Comitê Organizador Local (COL), Fábio Starlig, a necessidade de se criar uma cultura de voluntariado no país.

¨Sem voluntários, nós não fazemos nenhum grande evento. Além disso, é uma oportunidade única de criar a cultura de voluntariado no país. Oportunidade também para que pessoas de todas as idades se orgulhem de ter participado desse evento que é a Copa.¨

Este é o primeiro seminário para colocar oficialmente o programa pretendido pelo COL para os voluntários. ¨Ao mesmo tempo, queremos escutar das sedes o que eles estão imaginando fazer em cada local, para depois compatibilizar tudo e ter um programa único¨, completou Starling.

Alessandra Menezes, do Comitê Executivo da Copa em Belo Horizonte, afirmou que a cidade está em fase de levantamento das necessidades de quantidade de voluntários, atividades e funções a serem desempenhadas. ¨Teremos, na próxima semana, uma reunião com as secretarias envolvidas no evento e que apresentarão demandas.¨

Já o secretário da Copa do Amazonas, Miguel Campobiango, destacou que o voluntariado pode gerar ganhos não somente em ações pontuais: ¨Podemos gerar uma rotina de trabalho ao potencializar os jovens, com novas competências e atribuições e transferindo experiências e conhecimento¨.

Gabriel Fialho – Portal da Copa – Foto: Gabriel Fialho

Para mais informações, visite nosso sítio: http://www.esporte.gov.br