fbpx

Abertas as inscrições ao Premio Esso de Jornalismo

PMVC

   ABERTAS AS INCRIÇÕES PARA O 57º PRÊMIO ESSO

• Trabalhos serão recebidos até 16 de agosto
• ExxonMobil faz 100 anos e renova apoio ao jornalismo brasileiro
• Inscrições e julgamento on line mantidos, tornando a premiação mais sustentável

Rio de Janeiro, 13 de junho de 2012 – Jornalistas da imprensa brasileira que tiverem trabalhos publicados na mídia impressa ou veiculados em emissoras de televisão entre  16 de agosto de 2011 e 15 de agosto deste ano já podem participar da 57ª edição do Prêmio Esso de Jornalismo. A premiação, considerada a mais tradicional e disputada distinção do jornalismo brasileiro, manterá as inovações introduzidas em 2011.

A principal mudança em 2011 foi o sistema de inscrição e julgamento online, que permitiu maior praticidade, rapidez e confiabilidade para participantes e julgadores, além de evitar o consumo de aproximadamente uma tonelada de papel. Também será mantida a categoria de Educação para premiar trabalhos da mídia impressa que abordarem, não somente grandes feitos na área educacional, mas também tragam denúncias ou retratem mazelas sobre o tema no país.

Em janeiro, a ExxonMobil completou 100 anos de atividade no Brasil. Nesse período, acompanhou e estimulou o jornalismo brasileiro, com a criação do  “Repórter Esso”, há mais de 70 anos, e mais adiante com o surgimento, em 1955, do Prêmio Esso de Jornalismo, compromisso que renova nesta data tão importante.

As inscrições para o Prêmio Esso de Jornalismo devem ser feitas pelo site www.premioesso.com.br. Para a mídia impressa, os arquivos digitais dos trabalhos de texto e das fotos deverão ser anexados depois de preenchida a ficha de inscrição.

Para as categorias de Criação Gráfica e Primeira Página o envio do formulário online segue sendo obrigatório. Entrentato, seis cópias do trabalho deverão ser remetidas para o endereço dos organizadores abaixo indicado. As inscrições para o Telejornalismo seguem o mesmo padrão, isto é, inscrição pelo site do Prêmio Esso e remessa de seis cópias em DVD do trabalho concorrente.

MAIS SUSTENTÁVEL

Até 2010, eram solicitadas aos concorrentes seis cópias impressas de qualquer trabalho a ser submentido ao exame dos jurados. Com a digitalização, estima-se que a cada edição do Prêmio Esso seja evitado o uso de aproximadamente 70 mil folhas de papel, correspondentes a quase uma tonelada.

Outro benefício para o meio ambiente é a economia de produtos de impressão, como toner e tinta, e a dispensa do uso de veículos para transporte do material.

CATEGORIAS E JULGAMENTO

• Prêmio Esso de Jornalismo: R$ 30 mil

• Prêmio Esso de Reportagem: R$ 10 mil

• Prêmio Esso de Telejornalismo: R$ 20 mil

• Fotografia: R$ 10 mil

• Informação Econômica: R$ 5 mil

• Informação Científica-Tecnológica-Ambiental: R$ 5 mil

• Educação: R$ 5 mil

• Primeira Página: R$ 5 mil

• Criação Gráfica/Jornal: R$ 5 mil

• Criação Gráfica/Revista: R$ 5 mil

• Quatro Prêmios Regionais: R$ 3 mil (cada)

Os valores são brutos, dos quais serão descontados os tributos incidentes.

Os trabalhos de mídia impressa serão julgados inicialmente por uma comissão de 35 membros que indicará, em votação remota online, os melhores, que  passarão à fase final. No ano passado, o processo permitiu que todos os trabalhos fossem examinados por, pelo menos, três jurados  numa primeira abordagem. Os  textos selecionados na primeira fase foram então submetidos a novas análises por grupos de quatro, seis e até 13 jurados – caso da Região Sudeste, onde se concentraram quase 50% das inscrições. O sistema de múltiplas aferições fez com que,  em 2011, os 1.272 trabalhos inscritos chegassem a ser examinados 5.467 vezes, no total, considerando o número de vezes em que foram analisados pelos diversos jurados.

Cada categoria terá cinco trabalhos finalistas, à exceção do Prêmio Esso de Fotografia e do Prêmio Esso de Telejornalismo, que terão direito a dez trabalhos finalistas, cada.

Os vencedores, tanto na mídia impressa como no Telejornalismo, continuarão a ser escolhidos por comissões finais de premiação, em reuniões para as quais é exigida a presença e o debate entre os jurados.

Como é tradição, a indicação dos jurados recairá sobre jornalistas com larga experiência de atuação na imprensa, profissionais de comunicação e professores universitários com passagem por redações de veículos de comunicação, reconhecidamente aptos para avaliar os trabalhos concorrentes.

UM SÉCULO DE BRASIL

A ExxonMobil é a maior companhia privada de petróleo e petroquímica do mundo, presente em cerca de 200 países e territórios e atuando em toda a cadeia de petróleo e gás. No Brasil, é representada por suas afiliadas, Esso Exploração Santos Brasileira, no Rio; ExxonMobil Química, em São Paulo, e o ExxonMobil Business Service Center do Brasil, em Curitiba, contando com aproximadamente 1.600 funcionários, 99% dos quais brasileiros.

Há 71 anos, a ExxonMobil estabeleceu um relacionamento estreito e produtivo com o jornalismo brasileiro, inicialmente com o patrocínio do “Repórter Esso”, noticiário histórico do rádio e televisão brasileira. Em 1955, criou o Prêmio Esso de Jornalismo, até hoje uma marca para destacar o melhor da produção jornalística.

A ExxonMobil apoia a área de educação e o desenvolvimento de iniciativas, como o Programa Mais – que prepara jovens de classes menos favorecidas para o ingresso em universidades públicas – e o Programa ExxonMobil-Mamirauá de Educação Ambiental, que conscientiza populações ribeirinhas sobre a importância da preservação da biodiversidade na Região Amazônica.