Operação festas Juninas: 11 mortos na Bahia


A Superintendência de Polícia Rodoviária Federal na Bahia encerrou à meia noite de ontem (25) a 1ª etapa da Operação Festas Juninas. Nos quatro dias de trabalho realizados durante a festa, foram registrados 170 acidentes, 90 feridos e 11 mortos.

IMPRUDÊNCIA E FALTA DE ATENÇÃO – Em nove acidentes graves, 11 pessoas perderam suas vidas, sendo quatro em atropelamentos (44,44%), dois em colisões frontais (22,22%), colisão transversal, engavetamento e saída de pista registraram um acidente, cada.

Durante a primeira etapa da Operação Festas Juninas, a PRF fiscalizou 4.652 veículos e 4.015 pessoas, sendo extraídas 1.942 notificações, das quais 476 condutores foram flagrados por ultrapassagens indevidas, 231 por falta do uso do cinto de segurança, 144 flagrados sem CNH ou vencida, 81 por problemas em equipamentos obrigatórios do veículo e 128 condutores de veículos de carga por restrição de trânsito.

USO DO NOVO RADAR REGISTROU 3.437 imagens de condutores com excesso de velocidade. Destas, pelo menos 70% serão transformadas em autuações, com multas que variam de R$ 85,13 a R$ 574,62.

Durante as abordagens policiais 20 pessoas foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Judiciária, cujos crimes variaram desde mandado de prisão em aberto, posse de veículos roubados, embriaguez, drogas etc.

PRF X embriaguez no trânsito – Lei Seca: Apesar de todo o trabalho para a conscientização, alguns condutores ainda abusaram do uso de bebida alcoólica.

Este ano, dos 544 testes com etilômetro, 44 condutores foram flagrados e notificados por dirigirem alcoolizados, infração gravíssima, com multa de R$ 957,70. Destes, oito condutores, além de multados, também foram presos, encaminhados à Delegacia de Polícia Judiciária e terão que responder processo criminal, podendo ser condenados a  até três anos de prisão por crime de embriaguez no trânsito por ultrapassarem o índice de a 0,30 mg de álcool por litro de ar expelido dos pulmões (artigos 165 e 306 do CTB, combinado com a lei 11.705/2008).

 PRF flagra carreteiros com 200 “rebites” e fogos de artificio

Durante a operação, a PRF prendeu dois carreteiros que trafegavam nas rodovias BR 242 e 101 portando 210 comprimidos de anfetaminas (usados como rebites) e fogos de artifício.

A primeira prisão ocorreu durante fiscalização no Km 383 da BR 242, trecho do município de Seabra. Ao abordar a carreta com placa de Sergipe, carregada com 14.350 Kg de cenoura, os policiais encontraram no interior do veículo 198 anfetaminas. Dos comprimidos encontrados, 76 foram identificados como “femproporex”, 48 como “sibutramina” e 76 estavam em um recipiente que teve o rótulo da farmácia de manipulação retirado para dificultar a identificação da substância.

O condutor de 33 anos, que seguia de Goiás para Sergipe, informou ter adquirido a droga em Planaltina – GO. O mesmo foi preso e encaminhado juntamente com o material apreendido à Delegacia de Polícia Judiciária local.

Após várias denúncias, PRFs da Delegacia de Itabuna abordaram no Km 503 da BR 101 o condutor de uma carreta com placa do Rio de Janeiro que, de acordo com os denunciantes estaria jogando bombas de São João por cidades onde passava e numa delas próximo a uma senhora grávida que tomou um grande susto. Ao revistar o veículo, os agentes localizaram várias bombas de diversos tamanhos e uma cartela contendo 12 cápsulas de DESOBESI-M.

O condutor de 30 anos confessou aos policiais que fazia uso da medicação há cerca de três anos e que de fato soltou algumas bombas por onde passara.

O mesmo foi detido e encaminhado à Polícia Judiciária local.

LEMBRE-SE: DIRIGIR ALCOOLIZADO É CRIME E PODE DAR CADEIA!

Plantão da PRF: Telefone (71)2101-2201                 EMERGÊNCIA -191

ORIGINAL ASSINADO E ARQUIVADO NESTA 10ª SRPRF/BA

MÉRCIA OLIVEIRA

Chefe do NUCOM/BA