fbpx

Caixa patrocina ECPP, Serrano e outros clubes baianos

PMVC

Contrato entre Caixa e FBF garante patrocínio ao futebol baiano

                                                                                                                                                             Foto: Camila Souza/GOVBA

Nove clubes de futebol profissional da capital e do interior, que disputam a primeira divisão do Campeonato Baiano 2014, receberão patrocínio da Caixa Econômica Federal. O contrato foi assinado na tarde desta terça-feira (11), na sede administrativa do banco, na Avenida Magalhães Neto, em Salvador. O apoio é resultado de uma articulação realizada pelo Governo do Estado e a Federação Baiana de Futebol (FBF).

Os recursos serão repassados a FBF e, para receber, os clubes devem cumprir algumas condicionantes, como exibir a marca da Caixa em seus uniformes. O valor também terá como referência o número de jogos realizados por cada equipe, o que premia quem chegar à fase final. Fazem parte do contrato Galícia, Botafogo, Feirense, Bahia de Feira, Vitória da Conquista, Catuense, Juazeiro, Juazeirense e Serrano.

“É mais uma forma que encontramos para apoiar o futebol baiano. O Governo do Estado, que já recuperou o estádio de Pituaçu, reconstruiu a Fonte Nova e patrocinou os clubes por meio da Embasa – Empresa Baiana de Águas e Saneamento, agora, ajuda a viabilizar esse apoio”, afirmou o secretário de Comunicação, Robinson Almeida (foto), um dos responsáveis pela articulação.

Pacto pela Vida 

Segundo ainda o secretário, o Vitória foi a primeira relação de patrocínio da Caixa com o futebol baiano. Agora também outros times da primeira divisão. “Torcemos para que o Bahia também possa estampar a marca, fortalecendo o nosso esporte”.

Robinson também destacou que o apoio ao esporte é uma das ações de inclusão social do Programa Pacto Pela Vida, do qual é coordenador. “Precisamos ofertar alternativas para a nossa juventude em áreas como educação, cultura e esporte. E quanto mais fortes forem os times da primeira divisão, mais teremos espaços para nossa juventude se destacar e se afastar da violência”.

Foto: Eliezer Oliveira

O presidente do Vitória da Conquista, Ederlane Amorim (foto), acredita que além do dinheiro, a marca Caixa vai dar maior visibilidade aos clubes e ajudar a atrair novos parceiros. “Estamos sendo patrocinados por uma instituição nacionalmente conhecida e que é parceira de várias equipes da primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Isso vai fortalecer em todos os aspectos o futebol do interior, por estarmos sendo respaldados pela caixa e pelos recursos para melhorarmos nossa parte estrutural e de futebol.”

Confidencialidade

O formato de patrocínio com intermédio da federação de futebol de um estado é inédito e está sendo feito pela Caixa pela primeira vez no Brasil. O valor do contrato não foi revelado e, de acordo com o presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues, existe uma cláusula de confidencialidade. Ele afirmou, no entanto, que o montante é semelhante ao que era repassado pela Embasa há alguns anos.

“Nós buscamos isso e, com o apoio do Governo do Estado, foi possível. É um valor semelhante ao da Embasa, mas num período menor, o que é ainda melhor para os clubes. Esses times muitas vezes não têm condição de criar um departamento comercial e de marketing forte e nós ajudamos, viabilizando esse patrocínio. Isso é um diferencial para que eles se fortaleçam e possam lutar pelo título”.