fbpx

Dilma defende combate à corrupção por todos os métodos

PMVC

 

A presidente Dilma Rousseff respondeu a internautas que defende o combate à corrupção no País, inclusive por meio da internet. “Todos aqueles que o fazem (o combate à corrupção) terão seu direito à livre expressão e podem contar com a minha parceria”, escreveu na página oficial do Palácio do Planalto no Facebook. “O Marco Civil garante que não há a possibilidade de censura de conteúdo de nenhuma forma”, acrescentou.

A respeito das práticas de espionagem internacional, a presidente afirmou que as revelações desde o ano passado provocaram “indignação e repúdio em amplos setores da opinião pública brasileira e mundial”. “Tais fatos são inaceitáveis pois atentam contra a própria natureza da internet, democrática, livre e plural”. Em sua resposta, a presidente repetiu o que disse no discurso da abertura da Conferência Multissetorial Global sobre o Futuro da Governança da Internet (NetMundial), nesta quarta-feira (23), em São Paulo, de que os direitos a que as pessoas tem offline devem também ser protegidos online.

Ela também usou as mesmas palavras proferidas nesta quarta-feira para defender a relação dos governos com a sociedade e entre os governos. “Não é democrática uma internet submetida a arranjos intergovernamentais que excluam os demais setores. Tampouco são aceitáveis arranjos multissetoriais sujeitos a supervisão de um ou poucos Estados” , escreveu. “Queremos mais democracia, e não menos”, completou.