fbpx

Viviane Sampaio esclarece fechamento do Afrânio Peixoto

PMVC

ASCOM CÂMARA

Viviane Sampaio (PT)

Na sessão ordinária desta quarta-feira (15), a vereadora e presidente da Comissão de Saúde, Viviane Sampaio (PT), usou a tribuna para falar e prestar esclarecimentos sobre o Hospital Esaú Matos e Afrânio Peixoto. A vereadora apresentou à Mesa Diretora e ao Plenário da Câmara, o último relatório do Hospital Esaú Matos contendo detalhes sobre os serviços prestados pela instituição. Em relação ao Afrânio Peixoto, Márcia Viviane prestou esclarecimento afirmando que não haverá o fechamento do hospital, mas é preciso que a Câmara se envolva com responsabilidade para debater o assunto.

Hospital Esaú Matos – A vereadora Viviane Sampaio trouxe informações sobre a Fundação de Saúde de Vitória da Conquista, o Hospital Esaú Matos, contidas no relatório de gestão que, segundo a vereadora, foi entregue a todos os conselheiros da curadoria da instituição e para a comissão de transição de governo. Viviane relembrou o histórico do Hospital, fundado em 1992, cedido a uma entidade privada filantrópica que prestava os serviços de saúde por meio de cobranças de taxas, e retomado pela prefeitura em 2001 com o processo de municipalização do SUS.

Segundo a vereadora, durante os 16 anos de gestão do governo participativo, o Esaú Matos funcionou na prática como hospital regional, ofertando serviços para a população de mais de 73 municípios. Viviane destacou os principais serviços oferecidos como: o atendimento obstétrico ininterrupto; banco de leite humano ( pela quarta vez consecutiva certificado como padrão ouro pela captação e processamento dado pelo Ministério da Saúde e Fio Cruz); ambulatório para pré-natal de alto risco, UTI Neonatal, alojamento Família Canguru, entre outros; e a posição da instituição como Hospital Amigo da Criança. Segundo a vereadora, este certificado é um reconhecimento ao Ministério Público à qualidade da assistência prestado aos pacientes.

A parlamentar apresentou também os dados de produção do Esaú Matos e Laboratório Central, que compõe a Fundação de Saúde de Vitória da Conquista, afirmando que irá fiscalizar com a Comissão de Saúde que tais dados e estáticas positivas continuem a crescer.

Em relação ao Hospital Afrânio Peixoto, Viviane esclareceu que recebeu ontem (14), uma nota oficial do Governo do Estado afirmando que não irão fechar o hospital. “Entendemos que pela política de saúde mental e pela luta antimanicomial não existem mais hospitais psiquiátricos no Brasil. A orientação da política de saúde mental do nosso país é que existam hospitais gerais que atendam a urgência e emergência de um surto psiquiátrico e que disponibilize leitos de internamento para esses casos”, explicou.

A vereadora pediu aos colegas de legislativo para estarem juntos discutindo com responsabilidade essa temática, presando pela política de saúde mental e luta antimanicomial. “Nós como defensores da saúde pública mental, não podemos também deixar que existam hospitais que tragam essas pessoas a institucionalização hospitalar. Mas sim, que essas pessoas possam voltar ao convívio da sociedade através de residências terapêuticas e do retorno às suas famílias”, ressaltou.

É importante lembrar que a vereadora é quem bem entende do assunto, já que foi Secretaria Municipal de Saúde na gestão municipal anterior.