Defesa Civil Estadual atualiza números de desabrigados e desalojados na Bahia

Após as chuvas iniciadas na noite de quinta-feira (23), os números de desabrigados e desalojados cresceram na Bahia. Até a tarde dessa sexta-feira (24), a Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado (Sudec) e as prefeituras dos municípios atingidos computaram 4.185 desabrigados e 11.260 desalojados.  O número de feridos subiu para 286 e a população total atingida chega a 378.286. O total de mortos pelas enchentes é de 17 pessoas.

“É importante ressaltar que estes números sempre irão sofrer mudanças. Desta vez, o aumento também ocorreu porque, felizmente, as pessoas estão entendendo a necessidade de sair das suas habitações, que estão situadas em áreas de risco, e procurarem abrigos oferecidos pelas prefeituras ou casas de parentes e amigos quando chove. Para nós, a preservação da vida é a principal meta.”, explicou o superintendente da Sudec, Cel BM Miguel Filho.

Olhar atento

Equipes da Defesa Civil da Bahia estão de prontidão no Gabinete Avançado do Governo do Estado, atentas e monitorando os municípios atingidos pelas chuvas. Orientações e apoio também são dados às prefeituras e coordenadorias Municipais de Defesa Civil. Isso inclui a realização de vistorias técnicas e notificações dos moradores para que se retirem dos imóveis localizados em áreas de risco. 

Alerta SMS

Mensagens, através de SMS, com informações, dicas e orientações referentes às chuvas continuam sendo enviadas para a população. O serviço gratuito tem o objetivo de deixar a população em alerta. Os interessados em receber estas mensagens, enviadas diariamente, devem encaminhar um SMS com o CEP do local onde moram para o número 40-199. 

Municípios em situação de emergência devido às fortes chuvas na Bahia:

Alcobaça, Amargosa, Amélia Rodrigues, Anagé, Andaraí, Apuarema, Baixa Grande, Belmonte, Boa Vista do Tupim, Camacan, Canavieiras, Caravelas, Cocos, Conceição do Almeida, Encruzilhada, Eunápolis, Guaratinga, Iaçu, Ibicuí, Ibirapuã, Iguaí, Ilhéus, Ipiaú, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagimirim, Itajuípe, Itamaraju, Itambé, Itanhém, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Itaquara, Itarantim, Jaguaquara, Jequié, Jiquiriçá, Jucuruçu, Laje, Lajedão, Lençóis, Macarani, Maragogipe, Marcionílio de Souza, Mascote, Medeiros Neto, Mucugê, Mucuri, Mundo Novo, Mutuípe, Nova Viçosa, Novo Horizonte, Porto Seguro, Prado, Ribeira do Pombal, Ruy Barbosa, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas, Teolândia, Ubaíra, Uruçuca, Vereda e Vitória da Conquista. Ao todo 66 municípios baianos atingidos  pelas chuvas.

Infraestrutura

Os serviços emergenciais de recomposição de uma das cabeceiras da ponte de acesso a Prado, na BA-001, estão sendo realizados pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra). O tráfego de veículos sobre o equipamento já foi liberado para motos e carros, no final da manhã desta sexta-feira (24). Devido ao período chuvoso na região, o trânsito de veículos precisou ser interrompido na noite de ontem (23), após uma acomodação do material colocado durante as ações de restauração da cabeceira, que rompeu há duas semanas.

O KM 02 da BR-489, entre Itamaraju e Prado, foi interditado pela equipe técnica da Seinfra. O motivo é o grande volume de água registrado no local, na tarde desta sexta-feira (24). A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) orienta os motoristas no local.

Repórter: Raul Rodrigues. Imagem: Seinfra.