PMVC

Santander investe na Bahia com implantação de modelo pioneiro para atender pequenos e médios empresários

§ Atendimento especializado dentro das empresas eleva níveis de satisfação e de fidelização dos clientes do segmento empresarial

Em paralelo aos investimentos nos canais digitais, o Santander Brasil está reforçando sua presença física na Bahia, onde teve um incremento de 75% no número de lojas em menos de quatro anos, e vem apostando também na implantação de um novo modelo com foco no público pessoa jurídica.

Na Bahia, mais de dez cidades já contam com polos de atendimento às pequenas e médias empresas (PMEs) estruturados e funcionando. Nesse espaço, especialistas em soluções financeiras estão disponíveis para atender empresas com faturamento anual entre R$ 3 milhões e R$ 30 milhões.

PMVC

Os empresários que se encaixam nesse perfil podem procurar as agências do Santander Brasil em Salvador (polos Tancredo Neves, Caminho das Árvores e Pituba), Feira de Santana, Ilhéus, Itabuna, Vitória da Conquista, Itabuna e Lauro de Freitas, que atende ainda a região de Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila e Mata de São João.

Em breve, Porto Seguro, Teixeira de Freitas e Eunápolis vão reforçar a oferta desse modelo pioneiro do Santander de disponibilizar gerentes que realizam visitas periódicas às empresas. Assim, estabelecem uma relação próxima e duradoura com os clientes, à medida em que conhecem a fundo as demandas mais particulares de cada negócio.

As estruturas reúnem times compostos por gerente-geral, gerente de relacionamento e gerente de negócios e serviços. Todos são dedicados ao atendimento personalizado a PMEs. Vale destacar que nos polos, em média, 80% dos atendimentos ocorrem presencialmente, com os clientes indo até as agências ou com os profissionais do banco visitando as empresas.

“Os polos vão personalizar ainda mais o atendimento de acordo com as demandas específicas de cada empresa, enxergando e contextualizando com a própria dinâmica da região na qual está inserida. Apostamos que a nossa inteligência em desenvolver soluções de serviços e produtos, além de profissionais qualificados, reforce essa sinergia e possamos agregar valor ao negócio”, superintendente executivo da Rede Base do Santander Brasil, Thiago Mendonça.

“Estamos focados em entregar a melhor experiência possível aos clientes, e a inauguração de novas agências em diversas regiões da Bahia também faz parte dessa estratégia. Neste primeiro semestre, chegamos em Candeias, Jaguaquara e Campo Formoso, e hoje o Santander possui 69 lojas no Estado”, acrescenta Thiago.

Outro diferencial do Santander é que, no modelo dos polos, cada gerente tem uma quantidade menor de clientes. É um grupo pequeno a ponto da equipe saber de cabeça o nome e sobrenome de cada um. E mais que isso: os profissionais têm uma agenda de visitas recorrentes a todos. Indicadores internos do Santander indicam que a presença física contribui para que o empresário viabilize mais negócios com o banco. A demanda por crédito é uma das mais recorrentes.

“O contato pessoal agrega muito valor à empresa. É um modelo que de largada gera mais satisfação ao cliente e isso vai aumentando conforme ele tem respostas às suas demandas”, explica Franco Fasoli, diretor do segmento Empresas do Santander.

“Ideias customizadas, em vez de soluções padrões, ajudam as empresas a terem um crédito aprovado mais rapidamente. A viabilizar uma demanda específica de investimento, de capital de giro, de negócios internacionais. Como é um trabalho de consultoria, o gerente desenha junto com o cliente a operação mais adequada e a entrega é muito mais ágil”, finaliza o diretor do Santander.

A estrutura dos polos começou em 2016, com apenas uma agência em Guarulhos, na Grande São Paulo. No início de 2020, já eram 190 pontos. Hoje, com o foco do banco voltado à interiorização, já são 218 polos nas cinco regiões do Brasil.

PLATAFORMA DE GESTÃO FINANCEIRA

O Santander também é o primeiro banco do país a desenvolver uma plataforma de gestão financeira que gerencia o fluxo de caixa dos seus clientes PJ e permitirá, gradualmente, a consolidação das funcionalidades disponíveis no Open Finance. A ferramenta está disponibilizada no Internet Banking empresarial da Instituição, e o objetivo é entregar ao cliente PJ mais do que uma simples fotografia do seu fluxo de caixa, mas uma análise completa das movimentações já realizadas e futuras, orientando as tomadas de decisões da empresa em um único lugar.

O principal atributo da plataforma denominada “Santander Gestão Integrada” é oferecer a orientação gerencial mais adequada para sua tomada de decisão em cima das soluções bancárias já disponíveis para a empresa. Esta é a principal diferença entre um agregador de fluxo de caixa, para um consolidador como o desenvolvido pelo Santander. A nova ferramenta analisa o que a empresa tem a receber e o que tem a pagar, consolida as informações em um só lugar e indica qual a melhor decisão, baseada nos dados disponíveis.

A primeira fase de lançamento da plataforma reúne quatro funcionalidades e permitirá visões analíticas e gráficas, 100% online, sem custo e com a possibilidade de o cliente exportar seus dados. Em breve, serão adicionadas ofertas e notificações aos usuários para que eles tomem atitudes específicas para variadas situações.

Santander – Relações com a Imprensa