fbpx

Neoenergia desenvolve projeto para capacitar fornecedores em sustentabilidade

PMVC


 

Companhia espera ter mais de 80% das suas principais parceiras atendendo às políticas e normas de desenvolvimento sustentáveis até 2025.

Atenta aos princípios de ESG (Ambiental, Social e Governança, na sigla em inglês) em toda a sua cadeia de suprimentos, a Neoenergia desenvolveu um projeto pioneiro para auxiliar seus principais fornecedores a atingirem os critérios de sustentabilidade estabelecidos pela companhia.

Até 2025, a empresa tem como objetivo superar a marca de 80% dos seus principais parceiros comerciais com políticas e padrões de desenvolvimento sustentável implementadas.

Para contribuir com esse processo, a empresa tem oferecido assessoria e direcionamento de ações que possam promover a adequação dos fornecedores.

Para alcançar a meta traçada, a Neoenergia elaborou um inovador modelo que se apoia em uma plataforma global de gestão de fornecedores.

Por meio dessa plataforma, a empresa consegue mensurar a sustentabilidade dos seus parceiros.

Os resultados desse acompanhamento servem de parâmetro na tomada de decisões de compras.

O objetivo da Neoenergia é oferecer a oportunidade aos fornecedores tecnicamente aprovados e economicamente competitivos de se adequarem aos aspectos ESG.

Para promover a sustentabilidade entre os seus fornecedores, o trabalho de assessoria da Neoenergia auxilia os parceiros a atingirem os padrões estabelecidos pela companhia. A empresa criou um modelo para avaliar o posicionamento e o desempenho de cada fornecedor em torno de três eixos fundamentais da sustentabilidade: ambiental, social e de governança (ética e compliance), alinhado com os princípios do Código de Ética da Neoenergia.

No início de 2021, quando houve abertura do projeto, apenas 30% dos fornecedores estavam enquadrados nas normas ESG. No fim de 2021, o número subiu para 60%. Em 2022, para 76%. “Ao adotar práticas de ESG e fomentá-las na sua rede de fornecedores, a Neoenergia promove um efeito multiplicador, incentivando os parceiros comerciais a adotarem práticas mais sustentáveis em suas respectivas cadeias de suprimento. Para nós, os benefícios também são variadas, como redução de custos operacionais, melhoria da imagem e reputação da companhia, atração de clientes conscientes, ganho de eficiência no uso de recursos naturais e redução do impacto ambiental”, afirmou Pollymark Aquino, Diretor de Compras, Seguros e Serviços Gerais da Neoenergia.

O modelo adotado pela Neoenergia avalia 43 quesitos relacionadas com ESG.

Alguns exemplos de critérios avaliados no eixo ambiental são o cálculo de gases de efeito estufa, a redução de gases de efeito estufa e gestão do uso racional da água.

No âmbito social, são estudados aspectos para garantir que a mão obra dos fornecedores esteja de acordo com legislação vigente, que o procedimento de contratação seja justo e com salário digno para todos os seus colaboradores, e que possa haver políticas de igualdade e diversidade, bem como a participação de atividades sociais de apoio às comunidades onde está presente.

Por último, no eixo da governança, temas como possuir uma política de responsabilidade social corporativa, código de ética ou conduta própria, um sistema de compliance e uma plataforma de classificação e avaliação de fornecedores e terceiros com base em critérios ESG são avaliados de forma positiva pela Neoenergia.

Este ano, a Neoenergia ficou entre as empresas mais bem avaliadas para o envolvimento de fornecedores sobre mudanças climáticas, com base em sua divulgação do CDP Supply Chain de 2022.

A organização sem fins lucrativos mobiliza investidores, companhias e governos com o intuito de construir e acelerar ações colaborativas para um desenvolvimento que funcione para as atuais e futuras gerações.

Sobre a Neoenergia Coelba – A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia, empresa da Neoenergia, é a terceira maior distribuidora de energia elétrica do país em número de clientes e a sexta em volume de energia fornecida, sendo a maior do Norte-Nordeste. Presente em 415 dos 417 municípios baianos, a Neoenergia Coelba tem uma área de concessão de 563 mil quilômetros quadrados, com mais de 6 milhões de clientes (mais de 15 milhões de habitantes).