Governo do Estado anuncia nomeação de 1.559 professores concursados

Os dois anos do SAC Educação estão sendo comemorados nesta terça-feira (11) com o anúncio da nomeação de 1.559 professores aprovados no concurso público, realizado pela Secretaria da Educação do Estado em janeiro deste ano. No total, 3.200 docentes foram selecionados e a previsão é que até o inicio do ano letivo de 2012 todos estejam ensinando em uma das 1.470 unidades da rede pública estadual de ensino.

Também foi anunciada a implantação de serviço de sonorização nas salas de aulas, a partir de 2012. Com isso, os professores da rede estadual contarão com microfone e amplificador a fim de reduzir o desgaste vocal dos docentes.

Os novos professores se somam aos quase 40 mil docentes da rede estadual de ensino. De acordo com o secretário da Educação, Osvaldo Barreto, a convocação dos docentes será publicada na próxima sexta-feira (14) no Diário Oficial do Estado.

Os profissionais serão nomeados de imediato e assumindo as salas de aulas. “Nosso objetivo é estabilizar e qualificar o quadro de professores da rede estadual de ensino. A contratação por meio de concurso representa um aporte importante para a melhoria do ensino”.

Quem está ansiosa para começar a ensinar é a professora de Educação Física, Clarice Silva Ribeiro, 25 anos, que ministrará aulas no Subúrbio Ferroviário.

Graduada em licenciatura há dois anos, esta será a sua primeira experiência em sala de aula. Filha  de professores, ela afirma que a carreira de docente sempre esteve em seus planos como profissional. Além da estabilidade oferecida pelo serviço público, o que contou também para a jovem foi sua ligação com a rede pública estadual, onde estudou.

“Quero que o meu trabalho tenha um significado para os meus alunos. Além disso, tenho uma história com a escola pública, e retornar, agora na condição de professora, é também uma maneira de agradecer por tudo que os meus professores fizeram por mim. Desta forma estou devolvendo à sociedade tudo que me foi ofertado”, enfatizou Clarice.

A jovem docente não é a única que espera com grande expectativa conhecer seus alunos. O experiente professor de matemática, Paulo Henrique Sampaio, 46 anos, e há 22 ensinando na rede privada também admite estar bastante ansioso. “Esta foi uma opção minha como educador. No papel de cidadão e educador vejo que há uma necessidade de uma militância no ensino público. Acho que a educação pública é o ideal para a sociedade e nós professores temos o contribuir para o ensino público de qualidade”.