fbpx

Deputado Zé Raimundo destaca lei para políticas de juventude

PMVC

O projeto de lei que institui o Plano Estadual de Políticas Públicas de Juventude, aprovado por unanimidade na Assembléia Legislativa da Bahia, cria as condições institucionais para que o governo consolide uma das mais importantes ações do Estado, para o atual quadro da sociedade brasileira, na avaliação do deputado Zé Raimundo (PT).

Em pronunciamento em plenário, em defesa do projeto, o deputado parabenizou o Governo Jaques Wagner pela iniciativa de enviar a proposta ao legislativo, ressaltando que o plano reúne diretrizes para orientar a formulação de políticas públicas de juventude na Bahia durante os próximos 12 anos. “Na verdade, trata-se de uma política de Estado, para ser seguida, independente do momento e das conjunturas e dos governos”.

O deputado observou que os indicadores apontados no projeto aprovado são uma constatação de que os governos anteriores ignoraram a juventude. “Mas agora, a partir das experiências do poder local, a partir das experiências também do governo federal, o Governo Jaques Wagner está cuidando e ampliando as políticas sociais”.

Zé Raimundo recordou que quando foi prefeito percorreu ministérios, à busca de programas e projetos para levar para o município de Vitória da Conquista: “Encontramos ali, no governo do presidente Lula, as primeiras tentativas, os primeiros ensaios, inclusive no Ministério do Trabalho, onde, à época Jaques Wagner era ministro e foi quem iniciou, juntamente com o companheiro Almerico, grande educador, uma série de programas para atender à juventude”.

Lembrou que na sua administração implantou o programa Juventude Cidadã, que foi pioneiro no Brasil: “Conseguimos levar para Vitória da Conquista aproximadamente R$ 3 milhões. E, lá, durante um ano e seis meses, implantamos esse programa que foi um grande sucesso. Atendemos cerca de três mil jovens que estavam fora da escola e que não tinham profissão. A partir dessa experiência e de outras do governo federal que foram se espraiando, temos, aí, agora, o Pró-jovem Urbano, o Pró-jovem Rural e, agora, mais recentemente, o Pronatec do governo federal, que estamos trazendo também para a Bahia, na Secretaria de Educação. Portanto, o Governo Wagner se inspirou nas experiências das administrações populares”.

Na avaliação de Zé Raimundo, expressa no plenário, o mundo está demonstrando que um dos mais graves problemas atuais é a ausência da juventude no processo político social e cultural. Citou que na Espanha 40% dos desempregados são jovens, assim como são altos os indicadores na Alemanha, na França, na Itália. “E olhem que são países que não têm, na sua pirâmide demográfica, a importância que tem o Brasil na estrutura da juventude.

Além do governador Jaques Wagner. o deputado parabenizou também o secretário estadual das Relações Institucionais, César Lisboa, pelo projeto e pela realização da II Conferência Estadual de Juventude, que reuniu aproximadamente dois mil jovens, incluindo os 1.600 delegados eleitos nas 26 etapas realizadas em todos os territórios de identidade do estado.

Joana D’Arck / DRT-BA 1280

Contato (71) 3115-7140/ (71) 8845-0085