fbpx

Aberta licitação do planetário de Vitória da Conquista

PMVC

As dúvidas de crianças e adultos sobre as características e o comportamento dos diversos corpos celestes poderão, em breve, ser respondidas da melhor forma possível: a observação. O Planetário de Vitória da Conquista, local em que o céu poderá ser observado em detalhes, está próximo de virar realidade.

A Prefeitura Municipal divulgou a abertura do edital de licitação para selecionar a empresa que vai fornecer os equipamentos e softwares necessários à implantação do projeto e realizar os serviços de instalação, suporte técnico, capacitação e manutenção. O processo licitatório será realizado na modalidade pregão presencial, que acontecerá em sessão pública no dia 27 de fevereiro, às 9 h, na Prefeitura.

O planetário, um conjunto de projetores especiais que lançam a imagem do céu no interior de uma cúpula hemisférica, vai funcionar na zona oeste de Vitória da Conquista, atrás do mercado municipal. O espaço será destinado ao lazer educativo e cultural e para a difusão das ciências da natureza, da astronomia, da física, química e da matemática.  A conclusão das obras está prevista para meados de 2012.

O planetário do município será um dos mais modernos do país, do tipo virtuário, modelo que oferece mais possibilidades de lazer e acesso ao conhecimento a partir da exibição de filmes especialmente produzidos para serem projetados em cúpulas. Os visitantes poderão interagir com diversos equipamentos sobre o sistema Terra-Lua e seus movimentos, a evolução estelar, o Sistema Solar, a Cosmologia, a pesquisa espacial, entre outros.

Parque das Ciências – A implantação do planetário é uma das ações que integram o projeto Cidade da Ciência, um complexo de difusão do conhecimento e de formação científica e tecnológica pioneiro na Bahia.  Vitória da Conquista já cumpriu uma série de ações que o credencia para ser sede da Cidade da Ciência. O município, que está entre os mais dinâmicos do país, atua na concepção de que o ser humano deve ser atendido em todas as suas necessidades, entre elas, o acesso garantido à educação, cultura e saúde de qualidade.

O projeto participará da Rede de Popularização de Ciência e Tecnologia para América Latina e Caribe/ RedPOP, do Programa Ibero-americano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento/ CYTED, e estabelecerá uma cooperação com a SBPC, com a Sociedade Brasileira de Astronomia, de Física, de Matemática, com a Associação Brasileira de Filosofia/ANPOF, com Associação Brasileira de Educação/AnPED e com os Ministérios da Ciência e Tecnologia, Educação, Cultura e Meio Ambiente.

Clique aqui e confira resumo do edital publicado no Diário Oficial da União.