fbpx

Justiça determina o pagamento dos salários de professores baianos

PMVC

A desembargadora Lícia Laranjeiras, do Tribunal de Justiça da Bahia concedeu liminar  determinando que o governo restabeleça o pagamento dos salários dos professores da rede estadual de ensino, que foi cortado desde abril após a Justiça considerar o movimento da categoria ilegal. A decisão foi comemorada pelos docentes, durante a assembléia que aprovou a continuidade da paralisação até que o impasse sobre o reajuste salarial seja resolvido.“A justiça agiu com maturidade e mandou devolver os salários dos professores. Espero que o governo respeite a decisão. A devolução dos salários deixa o movimento mais forte e nós vamos continuar em greve até que o governo cumpra o acordo”, disse o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores em Educação – APLB, Rui Oliveira.

Durante toda a semana, os professores se mantiveram unidos em várias movimentações.

Nesta sexta (1º), às 17h, no Colégio Central, será feita uma reunião com os pais de alunos. Um ato público no Aeroporto Internacional de Salvador ocupará o sábado (2) e, no domingo (3), haverá várias passeatas em diversos bairros da cidade. Uma nova assembléia foi marcada par ao dia 5 de junho, às 9h, na Secretaria de Educação do Estado da Bahia, no Centro Administrativo.