fbpx

Moradores de 88 cidades baianas já podem ter acesso gratuito à instalação da antena digital

PMVC

Imagem ilustrativa

Nova parabólica digital é elo entre mães e filhos na rotina diária

Na correria do dia a dia, as mães baianas dividem a atenção dos filhos com a rotina intensa.

Mas agora contam com uma forcinha na relação.

Desde que a antena digital foi instalada, a dona de casa Clemildes Bispo dos Santos, moradora do bairro Sete de Abril, em Salvador, está satisfeita com a troca da antena, e destaca como o novo aparelho tem garantido a  diversão durante a semana com a filha. “ A gente assiste a novela juntas. Somos apaixonadas pela novela, é que com a chegada da antena a gente tem mais canais, aí fica fácil”, conclui. 

Ela traz ainda euforia do sentimento na fala, quando o assunto é satisfação. “Agora é só alegria! Nunca mais sofri com a falta de sinal ou imagem tremida”, comemora.

A TV é uma companheira enquanto estão em casa e a experiência para assistir se tornou melhor desde a colocação do novo equipamento. Desde que realizou a troca do equipamento,em outubro do ano passado, tem passado mais tempo com a filha. 

Na Bahia, a instalação gratuita da nova parabólica digital está na quinta fase, válida em 144 cidades do estado.

Para participar, é preciso atender a alguns critérios: fazer parte de programas sociais do Governo Federal (CadÚnico) e ter a antena parabólica tradicional instalada e em funcionamento. Para saber se têm direito, os interessados precisam entrar em contato com a Central de Atendimento da Siga Antenado através do telefone 0800 729 2404 ou pelo site www.sigaantenado.com.br

A substituição é necessária porque, em breve, as parabólicas tradicionais deixarão de funcionar. Isso significa que, quem não fizer a substituição pela nova parabólica digital, não conseguirá mais assistir à TV.

O modelo tradicional também corre o risco de interferência no sinal televisivo quando a tecnologia 5G for ativada na cidade ou região de moradia dos telespectadores.

Como o sinal do 5G é transmitido na mesma frequência da parabólica tradicional, poderão ocorrer chuviscos, chiados, a imagem pode travar e até ser interrompida. 

Criada por determinação da Anatel, a Siga Antenado é responsável por apoiar a população durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (banda C) para o sinal das parabólicas digitais (banda Ku).

Nesta chamada pública estão beneficiados moradores dos seguinte municipios Água Fria, Alcobaça, Almadina, Anagé, Antônio Cardoso, Araçás, Aramari, Arataca, Aratuípe, Aurelino Leal, Barra do Rocha, Belmonte, Belo Campo, Biritinga, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Camamu, Canavieiras, Candeal, Cândido Sales, Caraíbas, Caravelas, Cardeal da Silva, Catu, Coaraci, Conceição da Feira, Conde, Dom Macedo Costa, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Floresta Azul, Glória, Gongogi, Governador Mangabeira, Guaratinga, Ibicaraí, Ibirapitanga, Ichu, Igrapiúna, Ipecaetá, Irará, Itagimirim, Itapebi, Itapitanga, Ituberá, Jaguaripe, Jandaíra, Jussari, Lamarão, Maragogipe, Mucuri, Muniz Ferreira, Muritiba, Nazaré, Nilo Peçanha, Nova Viçosa, Ouriçangas, Pedrão, Pedro Alexandre, Planalto, Rafael Jambeiro, Ribeirão do Largo, Santa Brígida, Santa Cruz da Vitória, Santa Luzia, Santo Estêvão, São Felipe, São Félix, Serra Preta, Taperoá, Ubaitaba, Ubatã e Varzedo.

Assessoria de imprensa: Juliana Rodrigues – Jornalista – 5467/BA