fbpx

Mulheres da Congregação Batista Bíblica no Vila Elisa recebem treinamento de Krav Maga

PMVC

ABINT.jpg

O evento, em homenagem ao Dia das Mães, foi realizado pela maior organização de Krav Maga no mundo, a Federação Sul Americana de Krav Maga

No último sábado, dia 11 de maio, as mulheres da Congregação Batista Bíblica no Vila Elisa receberam treinamento de Krav Maga em comemoração ao Dia das Mães.

O treino foi ministrado pelo Professor Paulo Almeida, habilitado pela maior organização de Krav Maga no mundo, a Federação Sul Americana de Krav Maga (FSAKM).

NO evento, as mulheres conheceram a filosofia do Krav Maga – a única modalidade reconhecida como técnica 100% de defesa pessoal – e os seus benefícios para as mulheres.

As participantes vivenciaram situações do dia a dia, como roubo de bolsa, puxão de cabelo, enforcamento, tentativa de estupro e outras. “A ideia foi mostrar que, quando a mulher adquire autoconfiança, ela fica mais atenta aos sinais, se sente mais preparada para evitar a violência e deixa de ser um alvo fácil”, disse o Professor.

A partir de treinamentos orientados por profissionais habilitados e responsáveis, o praticante de Krav Maga apreende técnicas simples, rápidas e objetivas, que dão a ele a condição de responder a qualquer tipo de agressão, independentemente se o agressor é maior ou mais forte, ou mesmo se está armado.

O treinamento adequado de Krav Maga trabalha, tanto a parte física, quanto a parte mental/emocional do praticante, simulando situações próximas à realidade, para que ele tenha total controle de suas emoções e reações e saiba como agir, na proporção do ataque ou da ameaça sofridos.  

Os benefícios do Krav Maga para as mulheres

O Krav Maga foi criado por Imi Lichtenfeld, na década de 40, para que qualquer pessoa, independentemente de seu sexo, idade ou força física, pudesse se defender e hoje, 30% dos alunos da Federação Sul Americana de Krav Maga são mulheres.

Os benefícios para elas são diversos.

Além de melhorar a condição física, o Krav Maga confere aumento da autoestima e da autoconfiança.

A mudança na relação com o medo torna essas mulheres mais alertas e menos acovardadas.

“Mas vale ressaltar que é necessário treinar com um instrutor habilitado para que o resultado seja efetivo, porque o Krav Maga não é um esporte e sim uma modalidade de defesa pessoal, sem campeonatos ou competições, no qual o maior prêmio é a vida”, completa Paulo Almeida.

Sobre o Krav Maga Mestre Kobi – a maior organização de Krav Maga no mundo, a Federação Sul Americana de Krav Maga é referência mundial em qualidade e a precursora do Krav Maga na América Latina. Conta com representação no Brasil, México, Argentina, Portugal, Estados Unidos e Canadá, onde trabalha pela preservação da filosofia, didática e técnica do Krav Maga, tal como foi criado e ainda é aplicado em Israel.

É presidida pelo israelense, Grão Mestre Kobi Lichtenstein (faixa-vermelha – 8º Dan), aluno direto do criador do Krav Maga, Imi Lichtenfeld e seu primeiro aluno a sair de Israel para difundir a modalidade. Vivendo no Brasil desde 1990, Grão Mestre Kobi forma e atualiza pessoalmente seus instrutores, garantindo a qualidade e a ética do Krav Maga praticado na Federação Sul Americana de Krav Maga.  

Para saber mais, acesse: www.kravmaga.com.br // Facebook: @mestrekobikravmaga // Instagram: @kravmaga_mestrekobi //ThreadsApp: @kravmaga_mestrekobi // Twitter: @KravMagaKobi // Youtube: Krav Maga Mestre Kobi

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA: Roberta Provatti – Assessora de Comunicação